Referências

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M|N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z


A

ALBERRO, Alexander; STIMSON, Blake (Ed.). Conceptual Art: a Critical Anthology. Massachusetts: The MIT Press, 1999.

ALLINSON, Richard; LEVINE, Steve. The fifth beatle – the extended cut. The record producers, BBC Radio 2, 2009. Programa de rádio (entrevista com George Martin). Duração: 1h59m49s.

ARNHEIM, Rudolf. Arte & Percepção Visual: uma Psicologia da Visao Criadora (nova versão). São Paulo: Livraria Pioneira Editora, 1980.


B

BALANIUK, Jahitza (Ed.). Emoção Art..cial 5.0: autonomia cibernética: catálogo. São Paulo: Itaú Cultural, 2010. Catálogo da exposição.


BARBOSA, Pedro. A renovação do experimentalismo literário na literatura gerada por computador. Revista da UFP, Porto, v. 1, n. 2, p. 181-188, maio 1998. Disponível em: pedrobarbosa.net/artgonline.htm. Acesso em: jul. 2011.

______. Ciberliteratura, inteligência artificial e criação de sentido: comunicação apresentada no Simpósio Internacional Fronteiras da Ciência, Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência (CTEC), UFP, out. 2001. Disponível em: pedrobarbosa.net/artgonline.htm. Acesso em: jul. 2011.

______. Aspectos quânticos do cibertexto. Cibertextualidades, Porto: CETIC/UFP, n. 1, 2006. Disponível em: pedrobarbosa.net/artgonline.htm. Acesso em: jul. 2011.

BARBOSA, Pedro; TORRES, José Manuel. O computador como máquina semiótica. Revista de Comunicação & Linguagens, Lisboa: UNL, n. 29, abr. 2001. Disponível em: pedrobarbosa.net/artgonline.htm. Acesso em: jul. 2011.

BENJAMIN, Walter. (1985). A Obra de Arte na Era de Sua Reprodutibilidade Técnica. In: ______. Obras Escolhidas. 7. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1994. p. 165-196. v. 1: Magia e Técnica, Arte e Política: Ensaios Sobre Literatura e História da Cultura.

BENSE, Max. Pequena Estética. São Paulo: Editora Perspectiva, 1971. (Coleção Debates). Obra publicada com a colaboração da Universidade de São Paulo (USP).

BOGOST, Ian. Play with us: transcrição de comunicação apresentada no Game Developers Conference (GDC), 2010. Disponível em: bogost.com/writing/play_with_us.shtml. Acesso em: jul. 2011.

BRET, Michel. Procedural art with computer graphics technology. Leonardo, v. 21, n. 1, p. 3-9, 1988. Disponível em: www-inrev.univ-paris8.fr/extras/Michel-Bret/cours/bret/art/1988/Procedural_Art.htm. Acesso em: jul. 2011.

BUSKIRK, Eliot Van. Virtual musicians, real performances: How artificial intelligence will change music. Epicenter, mar. 2010. Blog da revista WIRED. Disponível em: wired.com/epicenter/2010/03/virtual-musicians-real-performances. Acesso em: jul. 2011.


C

CAMPOS, Haroldo de. Da Tradução Como Criação e Como Crítica. In: ______. Metalinguagem: Ensaios de Teoria e Crítica Literária. Petrópolis: Vozes, 1967. p. 21-38.

______. Das “Estruturas Dissipatórias” à Constelação: a Transcriação do Lance de Dados de Mallarmé. In: COSTA, Luiz Angélico da (Ed.). Limites da Traduzibilidade. Salvador: Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA), 1996. p. 29-39.

CAUQUELIN, Anne. Freqüentar os Incorporais: Contribuição a uma Teoria da Arte Contemporânea. São Paulo: Martins Fontes, jul. 2008. (Coleção Todas as Artes).

CHOMSKY, Noam. New horizons in the study of language and mind. United Kingdom: Cambridge University Press, 2000.

COHEN, Harold. Parallel to perception: Some notes on the problem of machine-generated art. Computer Studies, v. 4, p. 124-133, 1973. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

______. On purpose: an enquiry into the possible roles of the computer in art. Studio International, v. 187, p. 9-16, jan. 1974. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

______. What is an image?. In: Sixth International Joint Conference on Artificial Intelligence Proceedings. Tokyo: IJCAI, 1979. v. 2, p. 1028-1057. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

______. How to make a drawing. Science Colloquium, National Bureau of Standards, Washington DC, dez. 1982. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

______. Off the shelf. The Visual Computer, v. 2, p. 191-194, 1986. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

______. How to draw three people in a botanical garden. In: American Association for Artificial Intelligence (AAAI) Proceedings. Saint Paul, 1988. v. 89, p.846-855. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

______. Colouring without seeing: a problem in machine creativity. AISB Quarterly, v. 1, n. 102, p. 26-35, 1999. Disponível em: crca.ucsd.edu/~hcohen. Acesso em: jul. 2011.

COPELAND, B. Jack. The Turing Test. In: MOOR, James (Ed.). Studies in cognitive systems. [S.I.]: Springer, p. 519-539, 2003. v. 30: The Turing test: the elusive standard of artificial intelligence.

CORDEIRO, Waldemar. I Mostra na América Latina de Computer Plotter Art: catálogo. Mini Galeria do USIS, São Paulo, mar. 1969. Disponível em: www.visgraf.impa.br/Gallery/waldemar/catalogo/plotter.htm. Acesso em: jul. 2011.

COSTA, Mario. Technology, artistic production and the ’aesthetics of communication’. Leonardo, v. 24, n. 2, p. 123-125, 1991.

COUCHOT, Edmond. (1998). A Tecnologia na Arte: da Fotografia à Realidade Virtual. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2003. (Coleção Interfaces).

CRAMER, Florian. Words made flesh – code, culture, imagination, 2005. Documento digital. Disponível em: pzwart.wdka.hro.nl/mdr/research/fcramer/wordsmadeflesh. Acesso em: jul. 2011.

CRAWFORD, Chris. The dragon speech: registro em vídeo de palestra apresentada na Computer Game Developers Conference (CGDC), 1992. A CGDC foi a primeira edição da Game Developers Conference (GDC). Duração: 45m52s. Disponível em: youtu.be/_04PLBdhqZ4 (vídeo em 5 partes). Acesso em: jul. 2011.


D

DELAHUNTA, Scott. The choreographic language agent, fev. 2009. Documento digital. Disponível em: www.sdela.dds.nl/cla. Acesso em: jul. 2011.

DIAMANTE, Vincent. Gdc report: Will wright’s “the future of content” lecture: transcrição de comunicação apresentada na Game Developers Conference (GDC), 2005. Disponível em: gamasutra.com/gdc2005/features/20050315/postcard-diamante.htm. Acesso em: jul. 2011.

DOMINGUES, Diana (Ed.). Arte e Vida no Século XXI: Tecnologia, Ciência e Criatividade. São Paulo: Editora UNESP, 2003.

DOWNIE, Marc; ESHKAR, Shelley; KAISER, Paul. The openended group: website, 2010. Documento digital. Disponível em: openendedgroup.com. Acesso em: jul. 2011.


E

ECO, Umberto. A Definição da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1981. (Série Arte & Comunicação). Escritos entre 1955 e 1963.

______. Obra Aberta: Forma e Indeterminação nas Poéticas Contemporâneas. 9. ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 2003. (Coleção Debates).


F

FAVILLA, André. Velhas máquinas, novas potências. Trópico, 2004. Disponível em: p.php.uol.com.br/tropico/html/textos/2501,1.shl. Acesso em: jul. 2011.

FERREIRA, Daniel; PRADO, Gilberto dos Santos. O processo criativo em meios digitais: uma metodologia de análise. In: Anais do XVIII Encontro Nacional da ANPAP: Transversalidades nas artes visuais. Salvador: UFBa, 2009. v. 1, p. 1-10.

FERREIRA, Pedro Peixoto. Transe maquínico ou: o que pode uma máquina?. Nada, Lisboa, UR – Urbanidade Real, n. 8, p. 74-76, 2006. Disponível em: nada.com.pt/?p=artigos&a=va&ida=39&l=pt. Acesso em: jul. 2011.

FLUSSER, Vilém. Filosofia da Caixa Preta: Ensaios Para Uma Futura Filosofia da Fotografia. São Paulo: Editora Hucitec, 1985.

______. Writings. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2002. (Electronic Mediations, v. 6).

FULLER, Matthew (Ed.). Software Studies: a Lexicon. Massachusetts: The MIT Press, 2008. (Software Studies).


G

GALERA, Daniel. Virando o Jogo. serrote, Instituto Moreira Salles, n. 4, p. 7-41, mar. 2010.

GIANNETTI, Claudia. (2002). Estética Digital: Sintopia da Arte, a Ciência e a Tecnologia. Belo Horizonte: C/Arte, 2006. (Coleção História & Arte).

GUILLAUME, Paul. Psicologia da Forma. 2. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1966. (Coleção Atualidades Pedagógicas).


H

HAUSER, Marc D.; CHOMSKY, Noam; FITCH, Tecumseh. The faculty of language: What is it, who has it and how did it evolve?. Science, v. 298, ed. 22, n. 5598, p. 1569-1579, nov. 2002.

HECKER, Chris et al. Real-time motion retargeting to highly varied user-created morphologies. In: SIGGRAPH Proceedings. 2008. Disponível em: chrishecker.com/Real-time_Motion_Retargeting_to_Highly_Varied_User-Created_Morphologies. Acesso em: jul. 2011.

HÉRBERT, Jean-Pierre. The history of computer graphics and digital art project: entrevista com o artista no site da ACM SIGGRAPH, 2007. Disponível em: education.siggraph.org/resources/cgsource/instructional-materials/history/jeanpierre-herbert. Acesso em: jul. 2011.

HILDEBRAND, Hermes Renato. Umatemar – Uma arte de Raciocinar. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Instituto de Artes – Multimeios, Campinas, 1994.

HOFSTADTER, Douglas R. Gödel, Escher, Bach: an Eternal Golden Braid – A Metaphorical Fugue on Minds and Machines in the Spirit of Lewis Carroll. Hassocks: Harvester Press, 1979.


K

KANDINSKY, Wassily. (1912). On the Problem of Form. In: CHIPP, Herschel Browning (Comp.). Theories of modern art: a source book by artists and critics. Berkeley: UCLA Press, p. 155-170, 1968. (California studies in the history of art, v. 11).

KAY, Alan. Doing with images makes symbols: Communicating with computers: registro em vídeo de comunicação apresentada na The Distinguished Lecture Series: Industry Leaders in Computer Science, out. 1987. Duração: 1h36m54s. Disponível em: video.google.com/videoplay?docid=-533537336174204822. Acesso em: jul. 2011.


L

LAPOSKY, Ben F. Electronic Abstractions. 1953. Publicado pelo autor.

LAURENTIZ, Paulo. A Holarquia do Pensamento Artístico. Campinas: Editora da UNICAMP, 1991.

LAURENTIZ, Silvia Regina Ferreira de. Poesia Digital: uma estreita relação entre a poética e os códigos da lógica computacional. In: Anais do XVI Encontro Nacional da ANPAP: Dinâmicas Epistemológicas em Artes Visuais. p. 1645-1655, Florianópolis, 2007.

LÉVY, Pierre. (1990). As Tecnologias da Inteligência: o Futuro do Pensamento na Era da Informática. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993. (Coleção TRANS).


M

MACHADO, Arlindo. Máquina e Imaginário: o Desafio das Poéticas Tecnológicas. São Paulo: Editora USP, 1993.

MANOVICH, Lev. The Language of New Media. Massachusetts: The MIT Press, 2001.

______. Software takes command, 2008. Documento digital. Disponível em: lab.softwarestudies.com/2008/11/softbook.html. Acesso em: jul. 2011.

MATEAS, Michael. Semiotic considerations in an artificial intelligence-based art practice. Dichtung Digital: Journal on Digital Aesthetics, n. 29, 2003a. Disponível em: brown.edu/Research/dichtung-digital/2003/3-mateas.htm. Acesso em: jul. 2011.

______. Expressive AI: Games and artificial intelligence. In: Level Up: Digital Games Research Conference Proceedings. Utrecht, Netherlands, nov. 2003b.

______. Palestra inaugural (keynote): registro em vídeo de comunicação apresentada na Inventing the Future of Games, Center for Games and Playable Media (UCSC), abr. 2011. Duração: 45min59s. Disponível em: vimeo.com/22969930. Acesso em: jul. 2011.

______; STERN, Andrew. Procedural authorship: A case-study of the interactive drama façade. In: Digital Arts and Culture: Digital Experience: Design, Aesthetics, Practice (DAC 2005) Proceedings. Copenhagen, Denmark, 2005.

MINSKY, Marvin. How Computer Science will change our lives. In: LANGTON, Christopher G.; SHIMOHARA, Katsunori (Org.). Artificial Life V: international workshop on the synthesis and simulation of living systems Proceedings. v. 5, p. 25. Massachusetts: The MIT Press, 1997.

MOLES, Abraham. (1971). Arte e Computador. Porto: Edições Afrontamento, 1990. (Coleção Grande Angular/3). Com a colaboração de Elisabeth Rohmer.

MOLNAR, Vera. Declaração da artista. Exposição Touchware, 1998. Documento digital. Disponível em: siggraph.org/artdesign/gallery/S98/pione/pione3/molnar.html. Acesso em: jul. 2011.

MONTFORT, Nick. Entrevista. palomatv (série online), fev. 2010. Entrevista por Paloma Baytelman. Duração: 5m4s. Disponível em: youtu.be/vcNP6KajplI. Acesso em: jul. 2011.

______. Line of inquiry: Many authors explore creative computing through a short program: registro em vídeo de palestra apresentada na UC Santa Cruz, jan. 2011. Duração: 1h6m17s. Disponível em: youtu.be/HFymQlCeWkQ. Acesso em: jul. 2011.

MÜLLER, Andreas. Hana: declaração do artista acompanhando registro em video de projeto em andamento, 2008. Documento digital. Disponível em: vimeo.com/776076. Acesso em: jul. 2011.

MURRAY, Janet H. (1997). Hamlet no Holodeck: o Futuro da Narrativa no Ciberespaço. São Paulo: Itaú Cultural: Unesp, 2003.


N

NÖTH, Winfried. Semiotic machines. Cybernetics and Human Knowing, v. 9, n. 1, p. 5-22, 2002. Disponível em: library.utoronto.ca/see/SEED/Vol3-3/Winfried.htm. Acesso em: jul. 2011.


P

PARENTE, André (Ed.). (1993). Imagem-Máquina: a Era das Tecnologias do Virtual. Rio de Janeiro: Editora 34, 2001. (Coleção TRANS).

PAREYSON, Luigi. (1966). Os Problemas de Estética. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

PAUL, Christiane. Digital Art. 2nd ed. [S.I.]: Thames & Hudson, 2008. (World of Art).

PLAZA, Julio. Tradução Intersemiótica. São Paulo: Editora Perspectiva, 1987. (Coleção Estudos).

______. Arte e interatividade: Autor-obra-recepção. ARS (ECA/USP), ano 1, v.2, p. 9-29, 2003.

______; TAVARES, Monica. Processos Criativos Com os Meios Eletrônicos: Poéticas Digitais. São Paulo: Editora Hucitec, 1998.

POPPER, Frank. Art of the Electronic Age. New York: Harry N. Abrams, 1993.

PRADO, Gilberto dos Santos. Grupo poéticas digitais: projetos desluz e amoreiras. ARS (ECA/USP), v. 8, n. 16, 2010. Disponível em: scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-53202010000200008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: jul. 2011.


R

RAMACHANDRAN, V.S.; HIRSTEIN, W. The Science of Art: A Neurological Theory of Aesthetic Experience. Journal of Consciousness Studies, v. 6, n. 6-7, p. 15–51, 1999.

REAS, Casey; FRY, Ben. Processing: A Programming Handbook for Visual Designers and Artists. Massachusetts: The MIT Press, 2007.

ROHRER, Jason. Game design sketchbook: Perfectionism. Documento digital. mar. 2008. Disponível em: escapistmagazine.com/articles/view/columns/gamedesignsketchbook/3018-Game-Design-Sketchbook-Perfectionism. Acesso em: jul. 2011.

______; CRAWFORD, Chris. Into the night with… (série de TV), jul. 2009. Duração: 51m33s. Disponível em: youtu.be/zA_0_dSD3-Q. Acesso em: jul. 2011.

ROTH, Moira. Harold Cohen on art and the machine. Art in America, n. 66, p. 106-110, set./out. 1978. Entrevista com o artista.


S

SALLES, Cecilia Almeida. (1998). Gesto Inacabado: processo de criação artística. São Paulo: FAPESP: Annablume, 2009.

SANTAELLA, Lúcia. (1996). Cultura das Mídias. 3. ed. São Paulo: Experimento, 2003.

SANTOS, Laymert. O homem e a máquina. Revista Imagens, Editora da UNICAMP, n. 3, p. 46-49, dez. 1994.

STILES, Kristine; SELZ, Peter (Ed.). Theories and Documents of Contemporary Art: a Sourcebook of Artists’ Writings. Berkeley: UCLA Press, 1996.


T

TAVARES, Monica. Os Processos Criativos com os Meios Eletrônicos. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Instituto de Artes – Multimeios, Campinas, 1995.

______. A Recepção no Contexto das Poéticas Interativas. Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo (USP), Escola de Comunicaçao e Artes, São Paulo, 2001.

TIJUS, Charles Albert. Cognitive processes in artistic creation: Toward the realization of a creative machine. Leonardo, v. 21, n. 2, p. 167-172, 1988.

TURING, Alan M. Computing machinery and intelligence. Mind, v. 59 n. 236, p. 433-460, out. 1950.


V

VELHO, Luiz (Ed.). Exposição Arteônica: catálogo. Recife, out. 1993. Montagem da Exposição: Clylton Galamba Fernandes. Apoio: MAC, INPE, IMPA, UFPE, IBM. Disponível em: www.visgraf.impa.br/Gallery/waldemar/expo.htm. Acesso em: jul. 2011.


W

WARD, Adrian. How I drew one of my pictures, 1999. Disponível em: generative.net/papers/autoshop. Acesso em: jul. 2011.

WRIGHT, Will; ENO, Brian. Will wright and brian eno play with time: registro em vídeo de palestra apresentada à Long Now Foundation, The Herbst Theater, São Francisco/CA, jun. 2006. Duração: 1h38m40s. Disponível em: fora.tv/2006/06/26/Will_Wright_and_Brian_Eno. Acesso em: jul. 2011.


Y

YAKAL, Kathy. The computerized musician. Compute! The Journal for Progressive Computing, v. 8, n. 1, ed. 68, jan. 1986. Entrevista com Wendy Carlos e Frank Zappa.

YOUNGBLOOD, Gene. Expanded Cinema. New York: P. Dutton & Co, 1970.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: