Archive for the ‘ensaio’ Category

ABCiber – v simpósio (artigo)

22/09/2011

Participarei no simpósio da ABCiber deste ano com o artigo Consistência nas Estratégias Procedurais e a Expressividade do Digital.

Apesar da fértil produção criativa por parte dos artistas que atuam em mídias digitais,  o potencial expressivo próprio deste meio ainda se encontra relativamente inexplorado. Neste artigo examinaremos especificamente a questão da consistência nos jogos e narrativas procedurais, bem como o papel das estratégias procedurais de criação de uma maneira geral na consolidação do meio digital como uma forma expressiva independente.

O evento acontece em Florianópolis nos dias 16 a 18 de Novembro deste ano de 2011 – mais informações aqui (infelizmente não poderei comparecer pessoalmente para apresentar o artigo e conferir as demais atividades).

PS: em nota não relacionada, troquei a imagem de cabeçalho do blog por uma nova, com os thumbnails das imagens da minha dissertação.

Anúncios

Escrita Auxiliada Por Computador

16/12/2010

Esta semana me vi em uma situação inusitada: precisei redigir alguns parágrafos de texto a caneta. Ou seja, nada de Insert, nada de Copy/Paste – me fez lembrar dos tempos de escola (e também que minha caligrafia é horrenda).

Hoje em dia eu ainda escrevo “a mão”, mas geralmente só para anotações pessoais. Qualquer texto mais longo, ou que exige um mínimo de formalidade, escrevo no computador.

Recentemente li este artigo bacana sobre as tecnologias de edição de texto. O autor fala de Douglas Englebart, e explica que, além de ser “o inventor do mouse”, ele também é o “inventor do copy/paste“.

In October of 1962, Douglas Englebart imagined a remarkable new technology for writing.(…) He was, in essence, imagining a machine that could electronically cut and paste. (…) He [wrote about that] 50 years ago — when computers were still room-sized industrial tools — yet he nailed it: One of the biggest impacts of word processing has been the way it makes cutting and pasting a central part of how we organize our thoughts. (Clive Thompson, 2010)

Leia o resto deste post.

Vilém Flusser e “o fim do livro”

15/09/2010

Transcrevo abaixo alguns trechos de um ensaio sobre o filósofo Vilém Flusser, escrito por Teixeira Coelho e publicado no Estado de São Paulo em Maio deste ano de 2010.

Imagem x Texto x História – O livro seria um “estágio intermediário” e sumirá porque a escrita desaparecerá (…) As imagens são mais amigáveis para o conhecimento. (…) As consequências são sérias. (…) A história, função da escrita e da consciência correspondente, também desaparecerá junto com a escrita.

Uma mente “livre para pensar“? – A inteligência artificial “disporá de uma consciência histórica que superará a nossa. E já que essa inteligência fará e terá uma consciência histórica melhor que a nossa, ficaremos livres para nos concentrarmos em outras coisas. Em quê? Na experiência concreta do presente, por exemplo (…)

Ensaio completo aqui. Algumas informações, referências e links sobre Flusser em sua página na wikipedia, aqui.

PS: a imagem que ilustra este post foi obtida na internet, neste blog.
PPS: publiquei um post similar a este no meu blog pessoal aqui.